Mega Man ZX

Nome: Mega Man ZX
Plataforma: Nintendo DS
Gênero: Aventura
Desenvolvedora: Capcom

Antes de iniciar a história, o jogador tem que escolher entre dois personagens: Vent e Aile. A escolha não influencia muito na história. O jogo começa duzentos anos após o fim da série Mega Man Zero. Os humanos e os Reploids finalmente começaram a trabalhar em harmonia, mas os Mavericks não foram extintos e continuam tentando acabar com os humanos e os reploids normais. Assim, a nação é dividida em áreas, tendo as áreas de civis e as áreas onde os Mavericks ficam. Vent e Aile tiveram seus pais mortos por Mavericks e assim Girouette, dono da Giro Express ( uma companhia que faz entregas), acolhe eles. Giro e Vent/Aile receberam um pedido de uma pessoa misteriosa para entregar um item na área A, mas eles são atacados por Mavericks e a pessoa que pediu esse serviço aparece, Prairie, a líder dos Guardiões ( pessoas que protegem os cidadãos). Eles são novamente atacados e o item acaba se revelando, Model X, que tem consciência própria e se funde no corpo do Vent/Aile criando o Mega Man X, e assim começa a aventura contra os Mavericks e um vilão desconhecido que quer acabar com o mundo!



Model X!

Os gráficos lembram fortemente os da série X e Zero, com cores bem fortes, com áreas bem detalhadas, desde florestas a prédios pegando fogo. Existe uma boa variedade de inimigos, assim como sub-chefões e os chefões. Existem cenas de anime, que utilizam as duas telas do DS, como a de introdução ou quando o Vent/Aile usa o Megamerge para se transformar no Mega Man X ( ou ZX).

Luta contra o primeiro chefe do jogo.
A jogabilidade é a mesma da série, andar, pular, atirar e atacar com a espada. Para se transformar, Vent/Aile usam o sistema chamado M.E.G.A e gritam Megamerge e assim se transformam em um Mega Man, no caso deles, Mega Man X. Além do Model X, Vent/Aile terá acessos à outros como o Model Z que é adquirido logo no começo do jogo também, no qual  X e  Z se fundem formando o Model ZX, e os outros são adquiridos derrotando os chefões, como o Model H, F, etc. Mas o problema é que cada chefão usa uma metade do modelo, ou seja, para poder usar o poder total do modelo, você tem que pegar as duas partes. Mas existe um problema, cada chefão possui um ponto fraco, se ele for atingido, também danificará o modelo, assim ele pode vir com pouca energia para usar. Após adquirir o modelo completo, o jogador utilizará a parte de baixo do NDS para ver como funciona a habilidade especial do modelo. O Model H pode ver a fraqueza dos inimigos, com o Model F dá para construir uma trajetória para a bala que for atirada e assim por diante.

Já tem fogo demais, não acha?
Existe uma novidade nesse jogo, ao invés de existir uma tela na qual o jogador seleciona uma fase, dessa vez ele terá que pegar missões e ir até a área designada para começar a missão. No começo pode ser um pouco chato, por que existem muitas áreas e você pode ficar horas procurando a entrada de uma. Como é o comum em toda a série, existem corações escondidos na fase que aumentam sua energia, sub-tanks que quando cheios recuperam sua energia e discos que contêm informações sobre inimigos ou personagens do jogo.

Cuidado com o avião!
A trilha sonora é similar à da série Mega Man com toques animadores, que combinam com a área em que o jogador está, desde a música leve na base dos Guardiões a uma batalha contra um chefe.



Enfim, Mega Man ZX é o jogo da série que decidiu estrear no Nintendo DS, tendo o quê a série tem de bom, com a diferença em que o tempo de jogo ficou muito maior por causa da mudança em que o jogador tem que explorar as diferentes áreas, o quê pode se tornar um problema, já que ele pode ficar perdido e largar o jogo, mas com determinação dá para terminar. Recomendo.

Nota: 9/10

1 comentários:

  1. daniel barroso disse...:

    muito bom d+ megamanzx

Postar um comentário